Artigos em Destaque

segunda-feira, 1 de agosto de 2011

Os Olhos...

...Se você puder olhar nos olhos de uma pessoa, a profundidade deles será a profundidade daquela pessoa. Uma pessoa espertalhona não lhe permitirá olhar diretamente dentro dos olhos dela, porque os olhos da pessoa espertalhona revelam a esperteza dela.

Os olhos são basicamente uma abertura - a pessoa espertalhona tem medo, ela sempre olhará de lado. Ela pode estar falando com você, mas olhando para outra coisa - sua fala e os seus olhos não estarão olhando na mesma direção. Ela o estará ouvindo, mas seus olhos não estarão concentrados em você. O homem que queira enganá-lo, não pode confrontá-lo olho no olho. Somente uma pessoa simples, sincera, uma pessoa com um coração amoroso e sem desejos de esperteza, lhe permitirá olhar dentro dos olhos dela, porque ela sabe que você descobrirá a verdade dela. Ela não tem nada a esconder.

Sendo assim, se você usa óculos, use-os somente para propósitos especiais. Se você precisa deles para ler, use-os para ler. Se você os usar continuamente, será perigoso - não para os seus olhos, mas para todo o seu ser. Se você precisa deles para ver à distância, pode usá-los; mas não faça deles, parte do seu ser.

Seus óculos jamais devem ser parte do seu ser. Somente quando necessário, use-os. Quando sentir que não são necessários, tire-os, assim, pelo menos por longos períodos, você fica, à disposição do mundo, em sua autenticidade, e o mundo fica à sua disposição - sem barreiras.


OSHO - Além da Psicologia

Vidas Passadas+Antepassados=Karmas


Karma é uma palavra em sâncrito e quer dizer: Ação.
Lei de causa e efeito, que é aplicável a bons e maus atos e suas repercussões, sendo assim o karma é apenas ação, pois a reação já está embutida em qualquer ação, sendo parte indissociável da mesma..

Falando um pouco dos maus atos, se detalharmos mais, vemos que karma é o resultado de mau comportamento e atos negativos que praticamos em vidas anteriores, ou seja,os karmas da vida atual é a consequência dos atos praticados nas vidas anteriores. Porém seus atos negativos e maus comportamentos nas vidas anteriores é que vão definir que em que família você irá nascer no futuro, e quando nascemos neste mundo herdamos os karmas dos nossos antepassados desta família que agora pertencemos, e são os karmas dos antepassados que constituem nossos karmas nesta vida, e não os maus atos praticados nas vidas passadas que irão se transformar diretamente em nossos karmas da vida atual. Em suma são os karmas dos nossos antepassados que desempenham um papel fundamental muito grande na nossa vida atual.

Metaforicamente somos como as chaves,suas ranhuras e dentes (códigos) são os nossos karmas de vidas pretéritas, e a fechadura seria a família que agora pertencemos, pois para pertencermos a ela precisamos ter uma afinidade de nossos karmas de vidas passadas com os karmas que esta família possuiu, ou seja quando a chave é colocada em uma fechadura, seus códigos são alinhados com os códigos que existe dentro da mesma...permitindo assim o encontro perfeito para que se "abra a porta"...

Os karmas dos antepassados são as vibrações espirituais negativas emitidas pelos espíritos dos nossos antepassados que estão em sofrimento, sendo assim é absolutamente impossível eliminar nossos karmas, mudar radicalmente o rumo do nosso destino, abandonando os espíritos em sofrimento de nossos antepassados.

De forma geral os antepassados que estão em intenso sofrimento são aqueles que morreram de causas como:

Mortes anormais como: suicídio, assassinato, acidente;
Morte com sofrimento intenso, como: câncer, avc, e os que morreram imobilizados no leito;
Morte por doenças psíquicas, ou cujo paradeiro foi dado como desconhecido ou incerto;
Aquele que morreu odiando ou sendo odiado intensamente;
Espíritos de crianças abortadas, e todos aqueles que tiveram morte indigna ou infeliz.

Sendo assim, todos nós temos entre nossos antepassados, espíritos que estão em sofrimento intenso e cabe a nós ajuda-los a sair deste terrível estado...

Por Bárbara Ribeiro

"Esforça-te pelo que é bom antes de te encontrares em perigo, antes que a dor te domine e antes que a mente perca a vitalidade" Kularnava Tantra, I, 27.

Repetição Inconsciente

A psicologia moderna começou em 1900 com a psicanálise de Freud, e gradativamente caminhou para a pesquisa do campo da consciência do inconsciente.

Freud foi um dos pais da psicologia moderna que fincou bisturi no campo da consciência inconsciente. Ele descobriu que “Depois de passado um determinado tempo, o inconsciente influencia a vida consciente”, e desenvolveu a Tese de análise psicológica que mais tarde se tornou muito famosa.

Ele diz que, os primeiros anos após o nascimento, o ser humano fica como se estivesse hipnotizado. Isto porque, a mente inconsciente (subconsciente) esta mais ativa do que a mente consciente, e durante esses vários anos, a criança recebe as mais variadas influências e sugestões quase hipnóticas.

Estas influência e sugestões, quase hipnóticas, se opõem com os mais variados desejos e tendências que a criança tem. E como conseqüência surge conflitos internos e traumas psicológicos.

A criança, mesmo depois adulta, não consegue se lembrar destas coisas. Mas, mesmo que não perceba nada, continuará recebendo influências em seu comportamento.

Isto significa que, mesmo passando vários anos, poderão surgir inesperadas reações na personalidade da pessoa, segundo Freud.

Quer dizer, a consciência inconsciente influencia de maneira muito mais forte do que se imagina, na formação mental do ser humano, assim como nos seus padrões de comportamento.

Os maus tratos e humilhações físicas e mentais recebidas quando criança, na medida em que o tempo passa, afundam para a parte inferior da consciência, ou seja, para a camada da subconsciência.

Quer dizer, eles permanecem na forma de conflitos internos e traumas. Isso nada mais é do que a Consciência recalcada.

A Consciência Recalcada constantemente influencia a consciência superficial da pessoa, modelando sua personalidade e calibrando seu padrão de comportamento. Ademais, depois de passados alguns anos, esta consciência recalcada pode aparecer na forma de impulso inesperado, levando-a a atos difíceis de serem entendidos.

Em contraste com a consciência Freudiana, temos a consciência Szondiana, baseada na tese de L. Szondi, fundador de uma nova psicologia denominada “Psicologia do destino • Psicologia da consciência profunda familiar”, que surgiu depois de Freud e Jung.

O doutor Leopold Szondi, Húngaro, que apareceu depois de Sigmund Freud e Carl Jung, como pioneiro da psicologia moderna, criou um inédito campo na psicologia.

A psicologia da camada da consciência do inconsciente, avançou em dois tipos de camadas:

1. Camada do inconsciente recalcado individual de Freud.

2. Camada do inconsciente coletivo de Jung.

E mais tarde, em 1937, surgiu uma terceira direção de pesquisa, a Psicologia da camada profunda denominada “Análise do Destino” pelo Dr. Leopold Szondi.

A psicologia de até então, era estudada tendo como objeto de pesquisa duas camadas, ou seja, a camada da inconsciência individual de Freud, e a camada do inconsciente coletivo de Jung (Psicologia da consciência coletiva).

A Análise do destino de L. Szondi tenta desvendar a psicologia, tendo como objeto de estudo e pesquisa o terceiro campo do inconsciente chamado Inconsciente Familiar, que existe entre as duas primeiras camadas.

Na sua tese sobre a Análise do Destino, ele sustenta o seguinte: O forte desejo de um determinado antepassado, recalcado na camada da consciência profunda do indivíduo, determina o destino deste indivíduo através de suas escolhas inconscientes no amor, na amizade, na profissão, nas doenças e em sua própria morte. Quer dizer, entre o Indivíduo (Freud) e o Coletivo (Jung) ele descobriu a Família.

Ele está dizendo que, um forte desejo latente de um determinado antepassado fica escondido de forma recalcada na consciência profunda. E você não tendo consciência disso, acaba determinando o seu amor, a sua amizade, a sua profissão, os tipos de doenças que terá, e até a forma de sua morte.

Isso significa que não haveria nenhuma brecha para o EU ter vez, concorda?

Sendo assim seremos manipulados conforme os desejos de nossos antepassados. E o Dr. L. Szondi enumera exemplos verídicos para reforçar as bases de sua tese. Quando apresentada recebeu o reconhecimento do mundo acadêmico e, hoje em dia, sua tese constitui uma das grandes correntes de estudo no campo da psicologia profunda.

E quando tive conhecimento da tese do Dr. L. Szondi através do Grande Mestre Kantyo Gueika me despertou um profundo interesse em estuda-la. Desde então, venho comprovando através de meus estudos e pesquisas que esta fato ocorre sobre um grande número de pessoas na forma do "Fenômeno da Repetição do Destino" ,ou seja, inconscientemente repetimos, tal como foi, o destino de um determinado antepassado que teve uma vida infeliz.

E além da repetição ocorrer sobre os acontecimentos do amor, da amizade, da profissão, da doença, na forma da morte, estão inclusas também, as aflições e conflitos psicomentais.

Este é um fato que devemos nos preocupar, já que a força motriz que faz isso acontecer esta escondida na camada inconsciente, naturalmente não percebemos nada, pois estas coisas acontecem impulsivamente.

Em suma na camada do inconsciente as pessoas possuem os seguintes padrões de consciência recalcada: Consciências que surgiram após o nascimento (tipo freudiano) e as que surgiram antes do nascimento (tipo szondiano).

Caso estas consciências recalcadas não sejam eliminadas, será muito difícil ter uma vida feliz e saudável. Isto porque, a razão e a intelectualidade, localizadas na consciência superficial, lutarão constantemente com a consciência recalcada localizada na subconsciência e consciência profunda e provocarão o surgimento de conflitos internos.

A consciência recalcada tenta aparecer na forma de atos impulsivos. Mas muitos não combinam com a razão e intelectualidade, localizadas na consciência superficial. Por isso, naturalmente, surgem conflitos internos. E querendo reprimir estes conflitos, surgem outros sentimentos recalcados, criando traumas psicológicos.

Sendo assim a própria pessoa não consegue entender porque sente tais conflitos internos, totalmente desconhecidos e fica aflita. Vendo uma pessoa assim, não haveria outra forma senão considerá-la uma pessoa cheia de contradições ou uma doente mental. Entretanto, ao se consultar com um médico especialista será considerada Normal.

Precisamos saber que, os problemas de Instabilidade Emocional, Violência no Lar, Recusa em Freqüentar a Escola, que hoje em dia vertiginosamente aumenta entre as crianças, e até os variados e inúmeros atos extremamente contraditórios dos adultos, quase todos, são oriundos das consciências recalcadas.

A consciência recalcada do tipo freudiano poderá ser eliminada por meio do processo de terapias holísticas, como a meditação por exemplo.

Ao passo que as do tipo szondiano, em comparação as do tipo freudiano são extremamente difíceis de serem eliminadas. Pois requer nossa atenção especial aos nossos queridos antepassados, ou seja, é necessário que floresça em nós um profundo interesse em saber quem foram nossos antepassados, de que forma viveram, se foram felizes ou não , as doenças que tiveram e de que forma morreram,com isso começamos a observar em nossa própria vida pontos que estão se repetindo de forma inconsciente a vida de nossos antepassados.

Por Bárbara Ribeiro

"Aqueles que não se lembram do passado estão condenados a repeti-lo"
filósofo George Santayana

O Hoje!

"O segredo da saúde da mente e do corpo está em não lamentar o passado, em não se afligir com o futuro e em não antecipar preocupações; mas está no viver sabiamente e seriamente o presente momento."




(BUDA)

Karma Familiar

Desenvolvimento Humano

Eventos

Terapias Naturais

Posts Mais Lidos