quarta-feira, 28 de dezembro de 2011

Aceite seus sonhos!

A questão não é se vocês devem viver seus sonhos e fantasias ou não. Vocês vivem neles. Vocês já estão neles. Não é uma questão de escolha. Vocês não podem escolher.

Você pode escolher?
Pode abandonar seus sonhos? Pode abandonar suas fantasias?
Se tentar abandonar seus sonhos terá de substituí-los por outros sonhos.
Se tentar mudas suas fantasias terá de trocá-las por outros tipos de fantasias - que continuarão sendo sonhos e fantasias.

 
Assim, o que deve ser feito? Aceite-os.
Por que ser contra eles?
Esta árvore tem flores vermelhas. Aquela tem flores amarelas. Está certo.
Você tem um tipo de sonho - sonhos amarelos. Outra pessoa tem outro tipo de sonho - sonhos azuis, sonhos vermelhos. Está certo.

Por que lutar contra os sonhos? Por que tentar mudá-los?
Quando você tenta mudá-los, acredita demais neles. Não pensa que são sonhos, pensa que são reais, e que mudá-los será significativo.
Se os sonhos são sonhos, por que não aceitá-los?

No momento em que você os aceita, eles desaparecem. Este é o segredo.
No momento em que os aceita, eles desaparecerem porque a mente sonhadora vive pela rejeição.
O próprio fenômeno da mente sonhadora é a rejeição.

Você tem rejeitado muitas coisas - eis porque elas surgem súbita e inesperadamente em seus sonhos.
Você está andando por uma rua. Olha para uma bela mulher ou homem.
O desejo surge. E, de repente, você o abandona: isto está errado!
Você o rejeita.
Tradição, cultura, sociedade, moralismo: isto não é bom.

Você pode olhar para uma bela flor, não há nada de mau nisso.
Mas quando olha um belo rosto, algo imediatamente fica errado - você o rejeita.
A partir desse momento, essa face tornar-se-á um sonho.
O que é rejeitado tornar-se um sonho.
Agora, esse rosto ficará rondando-o. Agora, durante a noite, esse rosto surgirá. Agora, esse corpo estará pairando.
O desejo que você reprimiu tornar-se-á um sonho.
Os desejos que você rejeitou tornar-se-ão sonhos e fantasias.
Então, como criar um sonho? - o segredo é este: rejeite-o.
Quanto mais você os rejeita, mais eles existem.

Assim, aqueles que vão para as montanhas, aqueles que rejeita a vida,
Ficam repletos de sonhos.
E seus sonhos tornam-se tão reais, tão alucinatórios, que se torna impossível fazer qualquer distinção entre o que é sonho e o que é realidade.

Não rejeite, do contrário criará sonhos. Aceite.
Seja lá o que for que lhe aconteça, aceite como uma parte do seu ser.
Não condene.
Quando você se torna mais receptivo, os sonhos se dissolvem.
Uma pessoa que aceita sua vida totalmente deixa de ter sonhos,
porque a própria base é cortada. Este é um fato.

Um segundo fato: o todo é natural - eu digo, o todo. Não apenas as árvores, não apenas as nuvens - tudo.
Tudo o que acontece, acontece por causa da natureza.
Não existe nada anormal - não pode existir. Do contrário, como poderia acontecer? Tudo é natural.

Assim, não crie uma divisão: isto é natural e aquilo é anormal.
Tudo o que existe é natural. Mas a mente vive de distinções, de divisões.
Não aceite as divisões, aceite tudo o que acontece e aceite sem qualquer análise.

Se você está no mercado ou nas montanhas, a natureza é a mesma.
Num lugar, a natureza tornou-se montanhas e árvores;
noutro tornou-se lojas num mercado.
E uma vez que você conhece o segredo da aceitação, até o mercado tem sua própria beleza, há vida nele, há atividade, uma bela loucura ao seu redor.
O mercado tem sua própria beleza!
E as montanhas não seriam tão belas se não houvessem mercados, lembre-se. As montanhas são tão belas e silenciosas porque os mercados existem. O mercado dá silêncio às montanhas.

Assim, em todo lugar - se você estiver no mercado, ou fazendo "Hare Krisna, Hare Ram", ou sentado sob uma árvore silenciosa, tome tudo como uma extensão, não divida nada.
E quando estiver dançando,
Cantando "Hare Krishna, Hare Ram", desfrute disso!
Este é o caminho no qual você está fluindo nesse momento.

Osho

0 comentários:

Postar um comentário